Caros membros do ICOM Brasil,

No ano passado, o ICOM iniciou um processo de revisão da definição de museu, entendendo que a definição vigente não expressava mais as complexidades do século 21 e as atuais responsabilidades e compromissos dos museus.

O processo de desenvolvimento de uma nova proposta ficou sob responsabilidade do Standing Committee on Museum Definition, Prospects and Potentials – MDPP, que reuniu ideias e sugestões de profissionais de museus, membros e não membros do ICOM. Em junho passado, o Executive Board analisou as propostas consolidadas pelo MDPP e elegeu uma proposta final que será votada durante a Assembleia Geral Extraordinária, no próximo 7 de setembro em Kyoto.  Caso a Assembleia vote positivamente, a nova definição passará a integrar o Estatuto do ICOM.

O texto proposto avança no objetivo de incorporar os desafios atuais dos museus, mas observa-se a ausência de termos chaves – como “educação” e “instituição” – e, ainda, a preocupação por apresentar uma abordagem menos instrumental. Nesse sentido, o ICOM Brasil entende que a nova proposta demanda um tempo maior de discussão, em especial com os Comitês Nacionais e Internacionais do ICOM.

Nesse contexto, em alinhamento com outros comitês, reiteramos a solicitação de prorrogação da Assembleia Geral Extraordinária para a votação da nova definição, em pelo menos um ano. Cabe destacar que, juntamente com a possível prorrogação, deve ser definida a governança e a liderança desse novo ciclo de debates, garantindo a continuidade dos trabalhos elaborados nos últimos três anos pelo MDPP e ampla interlocução com os comitês nacionais e internacionais do ICOM.

Para referência, a atual e a nova proposta de definição seguem abaixo, em versão inglês:

Proposta atual, adotada em 2007

“A museum is a non-profit, permanent institution in the service of society and its development, open to the public, which acquires, conserves, researches, communicates and exhibits the tangible and intangible heritage of humanity and its environment for the purposes of education, study and enjoyment”.

Nova proposta

“Museums are democratising, inclusive and polyphonic spaces for critical dialogue about the pasts and the futures. Acknowledging and addressing the conflicts and challenges of the present, they hold artefacts and specimens in trust for society, safeguard diverse memories for future generations and guarantee equal rights and equal access to heritage for all people.
Museums are not for profit. They are participatory and transparent, and work in active partnership with and for diverse communities to collect, preserve, research, interpret, exhibit, and enhance understandings of the world, aiming to contribute to human dignity and social justice, global equality and planetary wellbeing”.

Após a Conferência, enviaremos novas informações. É possível acompanhar diversas manifestações e debates, em especial nos canais institucionais dos comitês internacionais.

Cordialmente,

Renata Vieira da Motta

Presidente | Chair, ICOM Brazil

rmotta.icombr@gmail.com

www.icom.org.br

Comunicado
Classificado como: