Manifestação da APA

Gostaria de manifestar publicamente meu reconhecimento e admiração pelo extraordinário trabalho desenvolvido por Maria Ignez Mantovani frente à gestão do ICOM-BR nesses últimos anos. Certamente, foi graças ao seu empenho, dedicação e hercúlea capacidade de realização que a museologia brasileira, finalmente, pode ocupar um lugar de destaque internacional, notadamente, após a exitosa Conferência Geral de 2013, no Rio, por ela organizada. Deve-se a Maria Ignez – somada à iniciativa de outros profissionais – o processo de internacionalização da museologia brasileira, uma das principais metas da atual política acadêmica nacional (CAPES e CNPQ). Foi também durante sua gestão que o ICOM passou a ter maior visibilidade e presença nos cursos de museologia em todo país, não só atraindo para o seu quadro novos associados, como também ampliando e valorizando a diversidade regional. Diante desses e de outros avanços, faço votos que a gestão que ora se inicia (2018-2021) possa dar continuidade a grandeza desse trabalho que Maria Ignez, ao lado de outros profissionais no ICOM-BR, tanto se empenharam em promover, isto é, um diálogo cada vez mais simétrico e equitativo entre os museus e a diversidade cultural do país.

Antonio Motta
Vice-Presidente da Associação Brasileira de Antropologia-ABA